logo

Seminário sobre as metas para a educação no pós-2015

A educação nas novas metas globais pós-2015 é tema do debate promovido pela Ação Educativa e pelo Observatório; participe!

 

2015! Este era o prazo previsto para que 164 países tivessem garantido cuidados globais e educação na primeira infância, educação primária gratuita e de qualidade para todos e todas, acesso equitativo a programas de Educação de Jovens e Adultos, aumentado em 50% os níveis de alfabetização de adultos, eliminado as disparidades de gênero na educação primária e secundária e melhorado todos os aspetos da qualidade de educação, segundo o compromisso Educação para Todos (EPT).

Neste ano vence também o prazo para se atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), que além de educação inclui metas de saúde, equidade de gênero, sustentabilidade e redução da mortalidade infantil e da pobreza. Entretanto, os relatórios produzidos pelas Nações Unidas e suas agências apontam que as metas não serão integralmente cumpridas. Neste momento de encerramento dos compromissos firmados em 2000 governos, agências das Nações Unidas, membros da academia e atores da sociedade civil têm se mobilizado para a elaboração das novas metas que substituirão os acordos atuais para o período entre 2015 e 2030.

As novas metas Educação Para Todos serão firmadas em maio deste ano, durante o Fórum Mundial de Educação, que acontecerá na Coreia do Sul. Já os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável serão apresentados em setembro durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York.

Embora o Brasil conte atualmente com um Plano Nacional de Educação com algumas metas até mais ambiciosas que as globais, o país está muito distante de cumprir o acordo como na redução do analfabetismo e no acesso dos jovens ao ensino secundário, por exemplo. Apenas 54% da população entre 15 e 17 anos estão matriculados no ensino médio. O Brasil está entre as dez nações responsáveis por 72% da população mundial de analfabetos, com mais de 13 milhões de pessoas com 15 anos de idade ou mais que não sabem ler nem escrever, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

Com o objetivo de ampliar o debate entre a sociedade civil, jornalistas, gestores públicos e comunidades escolares sobre o processo de construção do compromisso EPT e dos novos ODS no campo educacional, o Observatório da Educação e a Unidade Educação, Desenvolvimento e Relações Internacionais da Ação Educativa promoverão, no dia 1º de abril de 2015, o debate Desafios da Conjuntura: As metas para a educação no pós-2015 e os desafios da educação brasileira. Com inscrições gratuitas, o evento será realizado das 19h às 22h em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo pela internet (www.acaoeducativa.org/aovivo).

Inscrições pelo site: http://goo.gl/xvAvYF

 

Debatedores

Camilla Croso – Campanha Latino-americana pelo Direito à Educação (CLADE)

Daniel Cara – Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Maria Rebeca Otero Gomes – Unesco

Mediação: Sérgio Haddad

 

Serviço

Desafios da Conjuntura

As metas para a educação no pós-2015 e os desafios da educação brasileira

Data: 1º de abril de 2015

Horário: 19h às 22h

Local: Auditório da Ação Educativa – Rua General Jardim, 660 – São Paulo, SP

(próximo às estações República ou Santa Cecília do metrô)

 

Seminario Pos 2015 - Acao Educativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>