Sebastião_Deserto_2

Cúpula da ONU discute mudanças climáticas e educação

Nesta terça-feira, 23 de setembro, ocorreu a Cúpula do Clima em Nova Iorque, um dos eventos programados para anteceder a 69ª Assembleia Geral das Nações Unidas, que irá discutir a construção da agenda para o desenvolvimento sustentável pós-2015 e avaliar os resultados alcançados até o momento na luta pela erradicação da pobreza e da fome.

A Cúpula do Clima reuniu 120 chefes de Estado, líderes de organizações civis e representantes do setor privado com objetivo de compartilhar os avanços no controle do impacto das mudanças climáticas através da apresentação de projetos realizados em diversas áreas, tais como financiamento; eficiência energética; energias renováveis; adaptação; redução do risco de desastres e resiliência; florestas; agricultura; transporte; poluentes climáticos de curta duração; e cidades. A Cúpula também teve como pretensão discutir novas ideias, a partir de tais práticas, para a nova agenda de desenvolvimento sustentável pós-2015 que irá ser firmada na Cúpula de Paris, prevista para acontecer em dezembro de 2015.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou o compromisso do país na liderança de uma nova série de negociações mundiais sobre as mudanças climáticas. Defendendo o envolvimento de todos os países em um novo acordo global, Obama disse ser necessário que os países emergentes, que também são responsáveis pela alta emissão de carbono, como China e Índia, tenham o mesmo grau de comprometimento. Nas palavras do presidente “Ninguém tem passe livre”.

A fala da presidenta Dilma Roussef teve como foco a apresentação dos avanços do Brasil contra o desmatamento, que foi reduzido em 79% nos últimos 10 anos, e da viabilidade do crescimento econômico aliado ao desenvolvimento sustentável. “O Brasil almeja acordo climático global, que promova o desenvolvimento sustentável” afirmou. Ao contrário do presidente dos Estados Unidos, o governo brasileiro defende o princípio das Responsabilidades Comuns Porém Diferenciadas, assim como um engajamento superior das potências tradicionais para a diminuição das emissões de gases de efeito estufa por conta das responsabilidades históricas desses países.

Sobre as questões educacionais, Dilma Roussef destacou, na abertura da 69ª Assembleia das Nações Unidas, os avanços dos programas de acesso ao ensino superior, com mais de 3 milhões de alunos com bolsas de estudo e financiamento no país. Sobre o ensino básico a presidenta afirmou que “Universalizamos o acesso ao ensino fundamental. Perseguimos o mesmo objetivo no ensino médio. Estamos empenhados em aumentar sua qualidade, melhorando os currículos e valorizando o professor”.

Na véspera da Cúpula a sociedade civil se organizou na chamada “Marcha Popular pelo Clima”, que reuniu cerca de 2.800 mobilizações em 166 países. No epicentro do evento em Nova Iorque o número de manifestantes chegou a 310 mil, contando com a participação de líderes, como o secretário-geral da ONU Ban Ki-Moon e o ex-vice-presidente estadunidense Al Gore.

Em paralelo aos eventos desta semana, a CLADE (Campanha Latino Americana para o Direito à Educação) junto à CME (Campanha Mundial para a Educação) e demais organizações parceiras, promovem o encontro “Um Mundo de Dignidade: a educação no centro do desenvolvimento sustentável”. O evento, que busca promover a educação como um direito fundamental para alcançar o desenvolvimento sustentável e inclusivo, se dá em meio à exposição “Genesis” do fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado. A mensagem da exposição vai ao encontro do tema do evento, ao ilustrar a diversidade ambiental e cultural do nosso planeta, propondo uma reflexão sobre o tema da sustentabilidade para a construção de um novo modelo de desenvolvimento.

Sebastiao Salgado

Fonte das fotos: Facebook/Sebastião Salgado

https://www.facebook.com/SebastiaoSalgado/photos/a.389339697754880.92060.188594091162776/629261940429320/?type=3&permPage=1

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>