Uma idéia de formação continuada em educação e direitos humanos, por José Sérgio de Carvalho

Ao ensinar, qual é a chave do êxito?

Pensar em regras, praticá-las, seria um bom começo, não é mesmo? Nesse sentido, seria suficiente, se disséssemos a um time de futebol, por exemplo, que para ganhar um campeonato basta, em toda e cada partida, fazer mais gols no adversário do que eles em seu time. De fato, a regra, se observada, leva ao êxito. Mas bem sabemos que não é assim que tudo ocorre na prática.

Quando o assunto é a formação de professores, que tem em seu exercício a prática do ensinar a ensinar, o cenário é ainda mais complexo. É justamente pensando em alternativas para esse desafio que o artigo “Uma idéia de formação continuada em educação e direitos humanos” compartilha quatro princípios que têm norteado um programa de formação de professores cuja primeira edição foi realizada em 2001.

Vale a pena conferir o que o curso “Educação, Cidadania e Direitos Humanos” alcançou ao longo de seis anos de existência, com mais de 2.000 profissionais da educação das redes públicas municipais de São Paulo, Suzano e Embu.

Sugestão do professor José Sérgio de Carvalho:

Uma idéia de formação continuada em educação e direitos humanos

Texto originalmente publicado em Educação e direitos humanos:experiências em formação de professores e em práticas escolares. In: Shilling, F. (org.) Direitos Humanos e Educação. São Paulo, Cortez, 2005.

Envie seu comentário

Por favor, informe seu nome

Nome é obrigatório

Por favor, insira um email válido

Email obrigatório

Por favor, insira sua mensagem

Formação em Direitos Humanos © 2018 Todos os direitos reservados

Design de WPSHOWER