“Letramentos de Reexistência: culturas e identidades no movimento hip-hop”, por Ana Lúcia Silva Souza

 

Esta recomendação agrega os dois primeiros capítulos da tese de doutorado “Letramentos de Reexistência: culturas e identidades no movimento hip-hop” da doutora em linguística aplicada da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Ana Lúcia Silva Souza.

No primeiro capítulo “Letramentos de reexistência no cotidiano”, Ana Lúcia traz, entre outras coias, análise de singularidades das práticas de letramentos na cultura hip-hop e discussão sobre as particularidades de seu discurso “em relação ao lugar e à posição que os sujeitos ocupam no quadro da dinâmica política e econômica”.

Já no segundo capítulo “Hip-Hop: uma produção da diáspora negra”, a doutora explica como os percursos do hip-hop contribuem com a ressignificação cultural e histórica e como se estabelecem como movimento “cosmopolita em diálogo com a moderna tecnologia urbana e letrada”.

 

Veja a tese “Letramentos de Reexistência: culturas e identidades no movimento hip-hop”

 

 

Envie seu comentário

Por favor, informe seu nome

Nome é obrigatório

Por favor, insira um email válido

Email obrigatório

Por favor, insira sua mensagem

Formação em Direitos Humanos © 2018 Todos os direitos reservados

Design de WPSHOWER