Ponto de Cultura
Exposição retrata violação do direito à moradia no Pinheirinho e na Favela do Moinho PDF Imprimir E-mail
Por Administrator   
Qua, 27 de Junho de 2012 16:11

Foi aberta na terça-feira (26) a exposição Visão em Poesia, no Espaço Cultural Periferia no Centro, na sede da Ação Educativa. O trabalho reúne fotografias de Lua Lopes e poemas de Bruna Tiengo feitos a partir de visitas das artistas e militantes à Favela do Moinho, na zona leste de São Paulo, e ao bairro do Pinheiro - ocupação de São José dos Campos (SP) que sofreu uma reintegração de posse brutal em janeiro deste ano.

O trabalho surgiu a partir da reflexão delas sobre o direito à moradia gerada pelo contato com as comunidades. As artistas participaram de uma festa realizada por grafiteiros e rappers na Favela do Moinho, depois do incêndio, para arrecadar alimentos. Já em 2012, Bruna e Lua foram a um evento parecido no Pinheirinho, mas o objetivo agora era tentar encorajar as crianças a voltarem para a escola que serviu de QG para a polícia durante a desocupação. “Elas não queriam voltar”, conta Lua.

Segundo a fotógrafa, elas tiveram dificuldades para entrar no terreno onde ficava a comunidade do Pinheirinho e se espantaram com o cenário encontrado. “Parecia que tinha passado um furacão, tamanha a destruição. A gente não consegui nem conversar uma com a outra lá dentro...só de olhar dava para ouvir o choro, conta.”

Para Bruna, o que chamou a atenção no lugar que antes era o bairro foi o silêncio. “Escrever para mim sempre foi refúgio. Ao ver o silêncio daquele lugar, não dava para não escrever sobre aquilo. No Moinho dava para ver a falta de respeito àquela população, mas no Pinheirinho, foi chocante”, diz.

A ideia da exposição veio só depois. “Começou com essa ideia de divulgar o que a gente viu, de ir onde a mídia não chega, de mostrar um outro olhar”, diz Bruna. Foi então que elas pensaram na possibilidade de realizarem um trabalho conjunto, que integrasse poesias e fotos. A ideia, dizem, é mostrar pelas palavras a reflexão de quem registrou as fotos. “A ideia é trabalhar essa ligação visão-reflexão”, afirma Bruna.

A exposição fica em cartaz até dia 25 de julho, na sede da Ação Educativa, na Rua General Jardim, 660, na Vila Buarque, São Paulo. O Horário de visitação é das 10h às 20h, de segunda a sexta, e das 9h às 13h aos sábados. Mais informações e agendamento de visitas pelo telefone (11) 3151-2333.

Exposição Visão em Poesia

Quando: de 26 de junho a 25 de julho; de segunda a sexta, das 10h às 20h; aos sábado, das 9h às 14h
Onde: Ação Educativa - Rua General Jardim, 660, Vila Buarque, São Paulo (próximo às estações de metrô Santa Cecília e República).
Entrada Franca
Mais Informações: (11) 3151-2333

Leia também:

Bando da Bandeira Amarela faz resgate dos primórdios do samba

Confira os destaques da cultura da periferia no mês de junho

Última atualização em Qua, 27 de Junho de 2012 17:44
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar