Educação de Jovens e Adultos PDF Imprimir E-mail

Desde sua criação, a Ação Educativa tem uma larga tradição de trabalho na área da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Parte-se do princípio de que a educação é direito de todas as pessoas, independentemente da faixa etária. Querer e poder aprender ao longo de toda a vida é um valor que deve ser afirmado, garantido e defendido.

Atualmente, o programa é constituído por várias linhas de atuação: elaboração de propostas pedagógicas, materiais didáticos e paradidáticos; formação de educadores; avaliação de programas, pesquisa e monitoramento de políticas públicas e participação em redes, comissões e fóruns.

A coleção didática Viver, Aprender, voltada à alfabetização e educação básica de pessoas jovens e adultas, é um dos destaques da área. Seus livros já foram utilizados como apoio à escolarização de milhões de jovens e adultos, tratando de temas atuais e relevantes para esse público. A coleção procura traduzir, na forma de propostas didáticas, a experiência que vem sendo acumulada por seus realizadores há mais de duas décadas, seja na sala de aula, seja na formação de novos educadores. Em 2010, a importância da coleção foi reconhecida com a aprovação dos livros destinados ao primeiro e ao segundo segmento do Ensino Fundamental no Programa Nacional do Livro Didático para EJA.

Ao lado da atuação no plano pedagógico, há o Núcleo de Estudos “Educação de Jovens e Adultos: insumos, processos e resultados”, que realiza pesquisas sobre políticas de EJA no país e sobre as condições de alfabetismo da população brasileira. Assim, coloca os conhecimentos produzidos a serviço da luta pela ampliação das oportunidades educacionais de pessoas jovens e adultas e do aperfeiçoamento dos programas educacionais a elas destinadas. O Indicador de Alfabetismo Funcional (INAF), desenvolvido em parceria com o Instituto Paulo Montenegro, é uma das pesquisas desenvolvidas no Núcleo.

Por meio do programa, a Ação Educativa atua em diversos espaços de discussão, reflexão, monitoramento e formulação de políticas públicas para a educação de pessoas jovens e adultas, interagindo com a sociedade civil e o poder público. A ação local – no Estado de São Paulo – se  dá por meio do Fórum Paulista de Educação de Jovens e Adultos e pela Agenda Territorial de Desenvolvimento Integrado de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos. Já em âmbito nacional, a instituição tem representação na Comissão Nacional de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos (CNAEJA), enquanto que, em termos internacionais, há participação no International Council of Adult Education (ICAE). Para saber mais, clique aqui.